AC Live QuadriMundi : EMIR RIBEIRO. O criador e sua epopeia pelos quadrinhos brasileiros.

Velta, criação mais conhecida de Emir Ribeiro, nos traços de May Santos. Clique para dar Zoom.

Nesse sábado, dia 12/03 às 17:00h, no canal “ArteCult.com” do YouTube temos um encontro marcado com o quadrinista e ilustrador EMIR RIBEIRO.  Sandro é criador de vários personagens de quadrinhos, tais como a super-heroína Velta, da Nova, Itabira, Doroti, Homem de Preto entre outros !

Para conhecer seu universo de personagens, um pouco da sua vida e saber os projetos em andamento desse grande artista, venha assistir e participar da live!

Não perca, a gente te aguarda! Nesse sábado (12/03), às 17:00h, no canal ArteCult no YouTube !

Apresentação de Adalberto Bernardino e Raphael Gomide.

(Atualização 13/03/22)
CONFIRA A NOSSA LIVE REALIZADA EM 12/03/2022:

Sobre o Autor

Emir Lima Ribeiro, nascido em João Pessoa (PB) é desenhista, roteirista e editor de histórias em quadrinhos. Desde os 7-8 anos fazia histórias para o círculo familiar e amigos próximos.
Em 1969, criou o personagem Sabido (de humor). Em 1970 criou a forma física da vilã Doroti (concluída em 1974) e em 1973, aos 14 anos, criou e lançou VELTA, sua criação mais conhecida, no jornal mural “O Comunicador”, do Colégio Estadual de Jaguaribe.

Em sua carreira publicou em jornais como “A União”, “O Norte” (extinto) e “O Correio da Paraíba”, de circulação estadual, lançando nos dois primeiros outros personagens como o índio Itabira (1975, em parceria com seu pai, Emilson Ponce de León Ribeiro), a cibernética Nova e O Desconhecido Homem de Preto.

Criações de Emir Ribeiro: Velta, Itabira, Nova e Homem de Preto.

Editou revistas por conta própria e as colocou nas bancas de três estados nordestinos, de 1978 a 1983. Participou de várias exposições em diversos lugares como João Pessoa, São Paulo, Rio de Janeiro e uma na França. Entre 1985 e 1991, publicou diversos trabalhos nas linha erótica e terror em editoras de São Paulo, como Press/Maciota, Nova Sampa e ICEA.

Em 1989, escreveu, dirigiu, atuou e produziu o filme em VHS “O Desconhecido Homem de Preto”, sobre o personagem lançado em 1976, tendo boa repercussão local e nacional, e sendo comentado pela revista Cinemix, pelo programa Documento Especial, da TV Manchete-Rio, pelo jornal Folha de S. Paulo e exibido em grandes eventos de quadrinhos, como a I Bienal Internacional de quadrinhos do Rio de Janeiro. Em 1993, produziu o segundo filme VHS do mesmo personagem, “A volta do Homem de Preto”, que chegou a ser exibido na TV Cultura-MG.

Entre 1993 e 2006 trabalhou para editoras dos Estados Unidos, entre as quais Marvel, DC, Image e Malibu, desenhando e/ou arte-finalizando personagens conhecidos como O Incrível Hulk e Os Vingadores, e poucos conhecidos como Glory, Avengelyne, Prophet e Os Protetores, entre outros. Além disso, foi o arte-finalista de Mike Deodato, também paraibano.

Apesar de haver publicado em editoras profissionais, ao longo dos anos, nunca deixou de lado suas edições independentes, as quais publico até hoje.

Em 1994, recebeu o prêmio “Nova” de ficção científica. Em 2008, recebeu o troféu Bigorna por Melhor Livro de Aventura, com a edição de “35 anos de Velta”, além de também já ter sido agraciado com dois troféus Ângelo Agostini – como “mestre do quadrinho nacional” e como “melhor arte-finalista”.

Em 2013, ilustrou o livro “Fantasmagorias de R. F. Lucchetti”, contendo contos do mestre da literatura de gênero no Brasil, Rubens Francisco Lucchetti. Por esse trabalho, foi finalista do prêmio Jabuti 2014, na categoria melhor livro ilustrado.

Em 2020 recebeu o prêmio do Dia do Super-Herói Brasileiro pela sua luta pelo reconhecimento dos super-heróis brasileiros há mais de 40 anos.

Emir com seu prêmio recebido em 2020. Homenagem do evento anual Dia do Super-Herói Brasileiro.

Em 2021 lançou uma bem-sucedida campanha no site de financiamento coletivo CATARSE para seu projeto “Velta anos 60: homenagem ao vigilante Rodoviário”. No mesmo ano, sua principal personagem Velta, foi o símbolo do Dia do Super-Herói Brasileiro de 2021.

A super-heroína Velta (nos traços de May Santos), como símbolo da segunda edição do Dia do Super-Herói Brasileiro 2021 – Tempos de Cura.

Atualmente, além das edições independentes, faz desenhos ou histórias sob encomenda, seu objetivo é divertir, entreter e satisfazer seu público conquistado no Brasil e no exterior.

LINKS – Siga Emir Ribeiro !

INSTAGRAM:

https://www.instagram.com/emirlimaribeiro

QUADRIMUNDI – canal de Quadrinhos, Mangás e Animações do portal ArteCult.com

Apresentando todos os talentos do Quadrinho Nacional e seus universos.

Siga-nos nas Redes Sociais ( @quadrimundi ) :

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Créditos: Artecult.com

©Copyright 1998-2022 O Vigilante Rodoviário - www.vigilanterodoviario.com.br - All Rights Reserved
Todos direitos da marca "VIGILANTE RODOVIÁRIO®" estão registrados no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), em nome da PROCITEL- Produções Cine Televisão Ltda. Os direitos de autor da série do"VIGILANTE RODOVIÁRIO®" e da "CANÇÃO TEMA" são reservados a Ary Fernandes. Os direitos de autor da série do "ÁGUIAS DE FOGO" são reservados a Ary Fernandes. Certificado de Registro da Marca Vigilante Rodoviário® Nø 820670014. Ary Fernandes e PROCITEL - Todos os direitos reservados.